Posts com Tag ‘aventura’


Acho que existem algumas condições para se escrever.

Você tem que estar com as ideias frescas naquilo sobre o que vai escrever. É preciso gostar do assunto. Melhor ainda se você estiver empolgado.

Hoje decidi dar um tempo pra mim, ainda que isto significasse perder algumas horas de sono e ter que acordar, possivelmente às 7 e meia da manhã, para cuidar do pimpolho (agora são três da madrugada do sábado para o domingo, dia 23 de janeiro de 2011, se é que você ainda não leu esta informação em algum canto desse blog).

Resolvi ter uma experiência nova no que diz respeito a assistir filmes. Aluguei meu primeiro filme na iTunes Store. A escolha e o pagamento foram rápidos. O que demorou mesmo foi o download do filme: duas horas! Mas isso não é culpa da loja. Culpa minha, que mesmo trabalhando que nem um condenado não consigo ter mais dinheiro para pagar uma internet decente (tenho apenas 2 megas). Além disso, descobri que o hardware do meu computador não é lá essas coisas. Ele promete muito, mas faz pouco. Contudo nada disso me tirou do meu propósito, e nem diminuiu a grandiosidade do momento.

Comprar na iTunes Store é uma das coisas mais gratificantes que existe.Por quê? Oras, se você não tem que ficar pesquisando em busca de torrents, não depende do número de seeds disponíveis para ter uma boa velocidade de download, não tem que caçar legendas e ainda ficar esperto pra não baixar um conteúdo indesejável, etc. etc. etc. e tal, então você tem uma experiência gratificante. Você paga mais ou menos 7 reais, manda o negócio descer pro seu computador e começa a assistir. Fácil assim.

E que filme escolhi para essa minha primeira empreitada? O Planeta dos Macacos: A Origem. (mais…)

Dicas para conferir no Netflix

A partir de hoje vou tentar postar aqui pelo menos uma resenha de um filme que assisti no Netflix por semana. Assim, toda sexta-feira você tem pelo menos uma dica de um filme para assistir (ou não) no serviço de aluguel de filmes online que chegou ano passado aqui no Brasil e causou muito descontentamento do público em geral, pois todos achavam que teriam a opção de alugar lançamentos, e tal.

Mas o que pouca gente sabia (ou fez questão de não saber) é que mesmo nos EUA, a Netflix não oferece lançamentos online. Embora o catálogo americano seja infinitamente maior que o nosso, ele oferece lançamentos de no mínimo um ano atrás. Além disso, temos problemas com distribuidoras aqui no Brasil, com a maldita Teleglobocine, que empaca qualquer tentativa de distribuição de mídia visual fora dos seus domínio.

Assim, temos poucas opções se a intenção for assistir blockbusters. Contudo, se você gosta de filmes independentemente da data em que foram lançados, é possível encontrar coisas muito legais, clássicos, filmes não lançados no cinema por aqui, coisas experimentais e independentes, e por aí vai. Eu, que sou viciado em assistir filmes, seja lá qual for, estou me divertindo. Além disso, estou assistindo alguns seriados que não tive disposição para assistir quando passaram na TV, ou não tive saco para baixar. (diga-se de passagem, nunca fui fã de baixar conteúdo).

Agora, chega de blá-blá-blá e vamos ao que interessa.

Quando descobre que a morte lhe foi dada como um presente macabro, uma repórter decide dar o troco áqueles que a amaldiçoaram. (mais…)

Sai 2011, entra 2012. O que fiz neste ano que passou, o que pretendo fazer. E você, assistiu muitos filmes em 2011? O que mais quer ver nas telonas em 2012? Sugestões, reclamações… seja bem-vindo a 2012. A seguir um resumo do que eu assisti (mais ou menos), o que achei interessante e o que não vale à pena.

(mais…)

Ontem, fuçando o Twitter, vi no site First Showing a notícia do lançamento de um novo extra da Weta Digital, os magos dos efeitos especiais por trás de filmes como “O Senhor dos Anéis”, “King Kong” e “Avatar” sobre o novo filme da série “O Planeta dos Macacos”. Infelizmente, ontem não tive tempo de assistir, mas agora na hora do almoço pude dar uma olhada no vídeo, e ele vale cada segundo dos 3:51 do vídeo. (mais…)

Já que hoje os vereadores de São Paulo decidiram nos brindar com a aprovação do Dia do Orgulho Hetero, essa bizarrice social encabeçada pelos evangélicos da cidade, falemos de alguém que é hetero, mas que desperta os desejos íntimos do público gay, que usa cuecas por cima das calças e roupa colada no corpo. Falemos do Super-Homem!

Ontem vazou a notícia através do site Hero Complex, ligado ao jornal “Los Angeles times”, que Laurence Fishburne viverá Perry White, o editor-chefe do Planeta Diário na nova adaptação do clássico conto dos quadrinhos sobre o alienígena superpoderoso que se torna um dos mais queridos (e odiados) super-heróis da Terra, o Super-Homem. (mais…)

Ainda não tive tempo de ir aos cinemas.

Estou numa correria dos diabos, trabalhando, estudando, e ainda de quebra arrumando a casa para o novo membro que chega em junho. Isso ocupa um tempo incrível. Além disso, minha parceira de filmes, minha esposa, está super indisposta com esse lance de gravidez. Imagino que não deva ser fácil…

Mas é isso aí.

Enquanto não posso ir às salas de cinema, e ainda não consegui dar uma contornada nisso, vamos falando de notícias relacionadas ao mundo do entretenimento.

Falemos então de uma figurinha carimbada do cinema popular. (mais…)

Desde sexta-feira passada tenho percebido um movimento incomum aqui no blog. Depois de meses de a “febre caveira” passar dos cinemas, meu post sobre Tropa de Elite 2 passou a atingir novamente picos de audiência. Daí eu parei pra pensar “por que será que isso está acontecendo?”

Havia me esquecido que o filme estava anunciado para ser lançado em DVD e Blu-ray, daí cheguei à conclusão que as pessoas queriam novidades sobre o lançamento… MAS ACHO QUE ESTAVA ERRADO! (mais…)

É isso aí, cambada. O ano terminou com pouquíssimo material no blog, e começou tão seco como terminou. Não escrevo nada há meses. Confesso que bateu uma preguiça com desânimo e desilusão, e acabei parando de escrever. Mas pretendo voltar esse ano. Estou me motivando aos poucos, minha esposa está grávida, tenho diversos projetos em andamento, e todos parecem estar indo muito bem. O principal deles é o filhote que chega por volta de junho, e este projeto vai de vento-em-popa!

Mas, falando de filme, o fim de ano, pra mim, foi meio mirradinho. Estive viajando de férias e acabei assistindo só dois filmes inéditos em novembro e dezembro.  Assisti Harry Potter e as Relíquias da Morte parte 1 em Santiago – Chile. Quanto ao filme, é o que já conhecemos sempre: Harry tentando sobreviver como um “bruxo normal”, mas sempre às voltas com Voldemort, que quer ver a cabeça do pobre diabo rolar. Assisti na sala Hoyts do Shopping Parque Arauco. Sala pasteurizada, sem nada de novidades.

Também assisti Tron: o Legado. Este, eu vi em um cinema de rua em Buenos Aires, na Argentina. Gostei muito do filme. Ele agrada qualquer um que, como eu, goste desses assuntos nerds de hiperespaço, programação etc. A sala de cinema lembrava muito o cine Ipiranga antes da falência, mais precisamente no fim dos anos 80 e início dos 90, ou seja, sem frescura, somente com o básico para assistir um filme, comer uma pipoca, etc. O que me chateou neste filme foi o uso do 3D: acho que ele não se justificou. O pessoal aqui no trampo gostou. Fazer o quê… (mais…)

Fodástico.

Não há outra palavra no cancioneiro popular brasileiro que possa descrever melhor o filme de José Padilha. Ele é simplesmente uma das melhores películas do ano, isso se não for a melhor já exibida no grande circuito este ano. E não estou resumindo a melhor filme brasileiro: Stallone deveria aprender com José Padilha como dirigir um filme de ação. (mais…)

Continuando a série de filmes de ação que estragam seus personagens preferidos de terror (semana passada falamos de Resident Evil: Recomeço), sou forçado por milhares de um pedido a colocar uma nota no blog sobre “Anjos da Noite 4” (Underworld).

O filme, que já vem torrando nossas paciências a alguns anos com a combinação de roteiro fraquinho, computação gráfica a dar com pau e uso indevido de personagens de terror em filmes de ação, agora tem um novo lançamento agendado para 2012.

A “pérola” será em 3D, e contará com a protagonista dos dois primeiros filmes, Selene, vivida por Kate Backinsale.

O roteiro será de John Hlavin, e ninguém ainda teve saco para assumir a direção desse rojão.

Pronto. Tá feliz agora? (“você” sabe que estou falando com você…)