Tropa de Elite 2 (2010): É faca na caveira!

Publicado: 10 de outubro de 2010 em 2000's, Ação, Aventura, Crime
Tags:, , , , , , ,

Fodástico.

Não há outra palavra no cancioneiro popular brasileiro que possa descrever melhor o filme de José Padilha. Ele é simplesmente uma das melhores películas do ano, isso se não for a melhor já exibida no grande circuito este ano. E não estou resumindo a melhor filme brasileiro: Stallone deveria aprender com José Padilha como dirigir um filme de ação.

Mas, por incrível que pareça, a ação de Tropa de elite 2, continuação do filme de 2007, é apenas a cereja desta obra que continua contando a história de Roberto Nascimento (Wagner Moura) 13 anos após os acontecimentos de Tropa de Elite (2007).

Fora da frente de batalha do BOPE, o agora Major Nascimento está envolvido com a burocracia da secretaria de segurança do Rio de Janeiro após uma série de erros envolvendo ele mesmo e o soldado André Matias (André Ramiro), os quais lhe renderam o afastamento do comando do BOPE. Com problemas de relacionamento, encurralado pela burocracia, Nascimento se vê forçado a lutar com todas as suas forças para limpar sua barra, defender aqueles a quem ama e, de quebra, cumprir a missão de sua vida: acabar com o “sistema”. O grande problema é que ele não sabia que a cabeça de tal sistema estava mais próxima, e mais impossível de ser atacada, do que pensava.

Este filme segue bem mais engajado politicamente do que o primeiro. Se antes Padilha deixava dicas de quem eram os culpados pelo tráfico de drogas no Rio de janeiro, neste longa o diretor dá nome aos bois, atira para todos os lados, exibindo, ainda que hollywoodianamente, a crueldade da realidade das milícias e da corrupção dos governantes da Cidade Maravilhosa. É um filme tenso, que trata de assuntos sérios, mas ainda consegue tirar algumas gargalhadas do público com algumas tiradas bem sacadas, com base em frases de efeito já consagradas pelo primeiro filme, do tipo “isso vai dar merda” ou “traz o saco”, entre outras.

O conjunto ação intensa, favela e crítica política faz de tropa de Elite 2 uma bomba-relógio na sociedade, pronta para explodir assim que as mentes entorpecidas do povo pararem para pensar nas questões levantadas por Padilha. Infelizmente isso não acontecerá tão cedo, pois o brasileiro parece estar feliz com a situação em que vive, ou então está tão anestesiado que não consegue mais sentir a dor de todo dia ver pessoas morrerem por casa da ganância de meia dúzia.

Se o filme tem um ponto fraco? Tem sim. Mas a culpa não é dele, e sim da realidade em que se baseia, que não permite finais felizes, nem mesmo quando os mocinhos estão com a razão.

Anúncios
comentários
  1. Jones Alves disse:

    O filme é uma obra simplesmente espetacular, sem contar que sua bilheteria superou a do tão falado Titanic.

    Realmente aquele que apreciar esse bolo de festas, ficará com o pedaço da cereja.

    Bela resenha, nada a acrescentar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s